Redes Sociais

Delegada é solta pela Justiça menos de 24 horas após prisão

Publicado em 08/10/2019 às 16:07h

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) concedeu habeas corpus para a delegada Carla Santos Ramos e os agentes Agnaldo Ferreira de Jesus Filho, Carlos Antônio Santos da Cruz e Iraci Santos Leal na madrugada desta terça-feira (08). Eles deixaram a custódia por volta das 9h30 desta terça-feira (8).

Os policiais da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), na Baixa do Fiscal, em Salvador, são acusados de crime de tortura contra uma mulher dentro da própria unidade. Eles foram presos nesta segunda-feira (7). A delegada e os três investigadores vão responder pelo crime em liberdade.

Em sua decisão, a desembargadora Márcia Borges Faria disse que a prisão foi baseada em “elementos frágeis”. “Consignam que a ordem constritiva de liberdade ora impugnada revela-se manifestamente ilegítima, posto que embasada em elementos fáticos frágeis, notadamente à luz da utilização apenas de depoimento da suposta vítima para fins de justificar quão drástica providência”, diz desembargadora.


PUBLICIDADE

Top