Redes Sociais

Mobilização pela candidatura de Wagner ao governo ganha corpo rapidamente

Publicado em 11/08/2017 às 06:13h


Iniciado de maneira isolada durante as eleições de 2016, o movimento “Volta, Wagner” disparou o sinal vermelho no Palácio de Ondina. Ontem, cardeais de partidos da base alertaram articuladores do governador Rui Costa (PT) sobre a urgência em conter a onda antes que ela avance para o interior. A mobilização pela candidatura do ex-ministro Jaques Wagner ao governo, afirmaram aliados do petista, ainda está nos corredores da Assembleia e do Congresso, mas ganha corpo rapidamente. “Ou age logo ou será impossível segurar”, confidenciou um influente parlamentar governista. A pressão pela troca de lugares acirrou a crise causada por insatisfações com a condução política tocada por Rui. Enquanto deputados se queixam de que ele monopoliza as vitórias colhidas por sua gestão, prefeitos reclamam de que Salvador concentra o grosso dos investimentos estaduais.
Campo de força
Entretanto, caciques da base acham muito difícil convencer o padrinho a tomar o espaço do afilhado. Elogiado pela habilidade em dividir os louros com os demais partidos e por atender demandas com presteza, Wagner também é conhecido pela lealdade aos antigos parceiros. As informações são da coluna Satélite, do Correio.  


PUBLICIDADE

Top